Tempo
|
Autores
A+ / A-

Francisco Sarsfield Cabral


Nasci no Porto há quase 80 anos e vim para Lisboa cursar direito (que na altura não havia no Porto). Gostei do curso, mas nunca fiz nada na área do direito – interessei-me pela economia. Comecei a trabalhar em 1963 no organismo do Estado que elaborava o Plano de Fomento e a colaborar em páginas de economia, como a do “Diário de Notícias”. Em 1970 tornei-me jornalista profissional no “Diário Popular”. Em 1975 fui um dos fundadores do semanário “O Jornal”. Também fui assessor do MNE Pires de Miranda e do primeiro-ministro Cavaco Silva. Chefiei depois a delegação da Comissão Europeia em Lisboa. Mas queria voltar ao jornalismo – e em 1996 ingressei na Renascença, onde encontrei um bom ambiente de trabalho e onde ainda colaboro, apesar de me ter reformado. Obrigado por me aturarem!

Nasci no Porto há quase 80 anos e vim para Lisboa cursar direito (que na altura não havia no Porto). Gostei do curso, mas nunca fiz nada na área do direito – interessei-me pela economia. Comecei a trabalhar em 1963 no organismo do Estado que elaborava o Plano de Fomento e a colaborar em páginas de economia, como a do “Diário de Notícias”. Em 1970 tornei-me jornalista profissional no “Diário Popular”. Em 1975 fui um dos fundadores do semanário “O Jornal”. Também fui assessor do MNE Pires de Miranda e do primeiro-ministro Cavaco Silva. Chefiei depois a delegação da Comissão Europeia em Lisboa. Mas queria voltar ao jornalismo – e em 1996 ingressei na Renascença, onde encontrei um bom ambiente de trabalho e onde ainda colaboro, apesar de me ter reformado. Obrigado por me aturarem!