A+ / A-

Kamov vão estar prontos para combate aos incêndios a partir da próxima semana

26 jun, 2018


Garantia foi dada pelo ministro da Administração Interna na comissão parlamentar de Direitos Constitucionais.

O Governo garante que, na próxima semana, vai ter três helicópteros Kamov prontos para combater incêndios.

Sem avançar pormenores sobre a forma como os alugou, o ministro da Administração Interna disse esta tarde no Parlamento que os aparelhos vão substituir os Kamov do Estado que estão inoperacionais.

"Teremos Kamov alugados este ano que, na próxima semana, entrarão em operação, teremos três Kamov entre julho e outubro numa base contratual", avançou Eduardo Cabrita na comissão parlamentar de Direitos Constitucionais.

Nesta audição, o ministro da tutela também revelou que desde o início do ano já foram registados 5.720 incêndios rurais, que consumiram um total de 5 mil hectares.

Os números são positivos, defende Eduardo Cabrita, mesmo com a oposição a lembrar que as condições atmosféricas têm ajudado bastante. Quando comparados com a média dos últimos 10 anos, refere o ministro, os dados revelam que há, nesta altura, menos 7% de incêndios e menos 71% de área ardida.

"Tivemos até ontem 5724 incêndios com 5098 hectares de área ardida, a média graças a Deus, graças à meteorologia, graças à Autoridade Nacional de Proteção Civil, graças a todos, graças às autarquias, às forças de segurança, aos bombeiros e a todos aqueles que permitiram que a resposta fosse imediata."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.