Tempo
|
Henrique Monteiro n´As Três da Manhã
Terças e quintas-feiras, às 9h20, n'As Três da Manhã
A+ / A-
Arquivo
Três meses de guerra. “O que me surpreendeu mais foi a resistência ucraniana”
Três meses de guerra. “O que me surpreendeu mais foi a resistência ucraniana”

Henrique Monteiro

Três meses de guerra. “O que me surpreendeu mais foi a resistência ucraniana”

24 mai, 2022 • Miguel Coelho , Cristina Nascimento


Comentador da Renascença analisa os três meses de conflito, reconhecendo que para já “não há fim à vista”.

No dia em que se assinalam três meses da guerra na Ucrânia, Henrique Monteiro revela que o que mais o surpreendeu "foi a resistência ucraniana".

"Toda a gente, na altura, a 24 de fevereiro, achava que isto era uma questão de três dias, uma semana, talvez 15 dias", diz o comentador.

"O Sr. Putin pensava que Zelesnkiy ia fugir, aliás os americanos propuseram-lhe que ele se refugiasse noutro país, nomeadamente nos Estados Unidos, ao que ele respondeu 'não preciso de transporte, preciso é de armas'", lembra o comentador.

"Uma pessoa só pode comunicar com aquela intensidade se sentir que tem razão", remata.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.