Tempo
|

Renascença Ouve +
A+ / A-

Thomas Blood


São 12 meses, 52 semanas, 365 dias (mais um de bónus a cada 4 anos), com milhões de factos estapafúrdios sem efeitos secundários para o seu cérebro. Bem, em princípio. Clique. Coragem, vá lá, clique. Afinal é só Um Dia na História. Não pode fazer mal, pois não?

Thomas Blood
Thomas Blood

Em 2012 um ladrão invadiu a famosa Torre de Londres, onde estão guardadas as joias da coroa britânica e roubou um molho de chaves. O assalto ocorreu de madrugada e, segundo um porta-voz oficial, os guardas detetaram o ladrão, mas não o puderam perseguir porque estão impedidos de deixar o posto de trabalho. A única coisa que despareceu foi esse molho de chaves, mas mais uma vez se discutiu a segurança das joias da coroa.

Apesar de várias tentativas de assalto, tanto quanto se sabe, pelo menos oficialmente, só um ladrão conseguiu efetivamente sair com as joias da Torre de Londres, mas foi apanhado e as joias devolvidas com poucos estragos.

É sobre esse homem que o Carlos Bastos fala hoje no "Um Dia na História".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.