Tempo
|
A+ / A-

Vai a Espanha? Há um novo limite de velocidade de 30Km/hora nas vias urbanas

11 mai, 2021 - 10:48 • Olímpia Mairos

As regras afetam 70% das vias urbanas. As multas pelo incumprimento de lei, que entra em vigor esta terça-feira, podem ir até aos 600 euros.

A+ / A-

Espanha é mesmo aqui ao lado e são muitos os portugueses que por lá costumam andar. Convém, por isso, saber que a partir desta terça-feira passam a existir novos limites de velocidade em 70% das ruas.

O novo limite de velocidade para as ruas com apenas uma via por sentido de circulação passa, então, a ser de 30 km/hora, em vez dos 50km/hora.

A medida, implementada pelo Governo de Madrid, visa reduzir as mortes por atropelamento que, em 2019, chegaram às 519, na sua maioria, peões, ciclistas e motociclistas.

De acordo com o ministro da Administração Interna, Fernando Grande Marlaska, “a 50Km/hora, em 80 a 90% dos casos, a pessoa atropelada morre, enquanto à velocidade de 30km/hora essa percentagem diminui substancialmente para 10%”.

Espanha tem vindo a reduzir o número de mortes nas estradas e, ainda assim, as vítimas mortais que ocorrem dentro da cidade representam 30% do total.

Esta nova alteração afeta as ruas de sentido único e as de uma só via em cada sentido de circulação.

As alterações também incluem o limite de velocidade nas áreas urbanas de 20 km/hora em vias com uma única faixa partilhada por veículos e peões e de 50 km/h em vias com duas ou mais faixas em cada direção.

A diminuição da velocidade visa ainda, segundo a Direção Geral de Trânsito espanhola, proporcionar uma redução da poluição acústica e atmosférica e também dos engarrafamentos.

As novas regras compreendem multas pesadas para os que incumpridores e podem ir até aos 600 euros e seis pontos, se a velocidade for superior a 81 km/hora.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+