Tempo
|
A+ / A-

Derlei considera que clássico "é muito mais importante" para o FC Porto

04 mai, 2021 - 15:15 • Pedro Castro Alves (entrevista) com redação (texto)

Dragões ainda sonham pelo título, enquanto que as águias estão praticamente afastadas. Derlei, antigo jogador dos dois emblemas, diz que ausência de Sérgio Conceição tem muito impacto.

A+ / A-

O clássico entre Benfica e FC Porto é mais importante para os dragões do que para as águias, porque a equipa de Jorge Jesus já está fora da corrida pelo título de campeão. A opinião é de Derlei que, em entrevista exclusiva a Bola Branca, diz que não há favorito para o jogo de quinta-feira.

O avançado brasileiro que jogou nos dois emblemas sublinha que estes são sempre jogos de grande dimensão, mas que nesta fase do campeonato, esta é uma partida de superior importância para o FC Porto, porque o Benfica dificilmente conseguirá aproximar-se do líder Sporting

"Benfica-Porto é sempre um jogo especial. O Benfica já não tem aspirações pelo título, matematicamente ainda pode chegar, mas temos quase a certeza que está fora do título. O Porto ainda tem essa hipótese, até porque o Sporting ainda tem um jogo com o Benfica e por isso acho que este jogo é muito mais importante para o Porto do que para o Benfica", diz.

O antigo jogador brasileiro que jogou três épocas no FC Porto e uma no Benfica, considera que não há favorito ao triunfo no clássico, porque as duas equipas têm objetivos para cumprir.

"Não acredito em favoritos. O Benfica não joga pelo título, mas há a questão da honra pela camisola e tudo isso pesa bastante. Se o FC Porto vencer e o Benfica ainda tirar pontos ao Sporting, ajudaria o Porto, mas os grandes só pensam neles próprios", diz.

Corona é baixa de peso, Felipe Anderson reclama oportunidades

Corona deve falhar o clássico depois de ter contraído uma lesão muscular na partida com o Famalicão. A confirmar-se a ausência do extremo, Derlei entende que será uma baixa importante nos Dragões e sugere que Felipe Anderson tenha uma oportunidade.

"É um titular, já há alguns anos que assumiu essa condição e tem estatuto. Isso pesa bastante, é um jogador que faz a diferença, mas o Porto tem outros jovens com condições e o próprio Felipe Anderson, que poderia ter oportunidades. Mas quem sabe e entende isso é o treinador, que conhece muito bem os atletas", perspetiva.

Sérgio fará falta no banco

Outra dúvida no FC Porto é a possibilidade de Sérgio Conceição estar no banco de suplentes. O técnico portista requereu providência cautelar ao TAD, para suspender o castigo aplicado pelo Conselho de Disciplina da FPF.

Nesta entrevista Bola Branca, Derlei diz que se Sérgio Conceição não estiver no banco de suplentes dos dragões, influenciará a prestação da equipa azul e branca.

"Os grandes treinadores fazem a diferença e fazem muita falta. O atleta só de olhar já percebo o que o treinador pede com um gesto. O Sérgio é muito ativo, joga com a equipa e eles já se acostumaram ao treinador. É um técnico que atua muito e isso faz muita diferença quando ele não está", atira.

No Benfica Taarabt e Darwin Nunez estão em dúvida para o embate com os dragões, e Jorge Jesus deve voltar ao sistema de três centrais, com Vertonghen, Otamendi e Lucas Veríssimo.

Sobre a chegada do brasileiro à Luz, Derlei entende que a contratação do central ao Santos foi importante para as águias que conseguiram consolidar a linha defensiva.

"Foi benéfico para ele e para os outros defesas, o Otamendi e o Vertonghen. Começaram muito inconstantes, sofriam muitos golos e o Veríssimo, com a mudança tática, fortaleceu o sistema, foram melhorando aos poucos", termina.

O clássico entre Benfica e FC Porto joga-se na quinta-feira, às 18h30, com relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+