Tempo
|
A+ / A-

Sporting

Sérgio Vieira garante que Matheus Reis está pronto para render Nuno Mendes

08 abr, 2021 - 12:45 • Rui Viegas

O treinador que o trouxe para Portugal destaca as semelhanças com Nuno Mendes, a versatilidade que lhe permite ser central e a "excelente" tomada de decisão do lateral-esquerdo brasileiro.

A+ / A-

Matheus Reis está pronto para substituir Nuno Mendes na defesa do Sporting, garante Sérgio Vieira, que há quatro temporadas o recrutou o trouxe do Brasil, da formação do São Paulo, para o Moreirense.

Nuno Mendes está lesionado e, por conseguinte, em dúvida para a visita a Famalicão. Esteja ou não disponível, Sérgio Vieira acredita que a lateral-esquerda do Sporting ficará bem entregue a Matheus Reis.

"Todas as características que ele tem são semelhantes ao Nuno Mendes. Tem outra virtude: poderá jogar também como central do lado esquerdo, numa construção a três, como fazia, no ano passado, no Rio Ave. Mas é um jogador que pode dar muitas semelhanças ao jogo ofensivo e defensivo que o Sporting tem vindo a apresentar", sustenta.

O treinador português, que esta época orientou o Farense, ressalva que "existem pequenas diferenças" entre Matheus Reis e Nuno Mendes, "que têm a ver com as características naturais de cada jogador".

"Em termos gerais, [Matheus Reis] é um jogador que defende muito bem, que está identificado com o futebol português, que fez uma época fantástica no ano passado no Rio Ave, que tem excelente tomada de decisão e tem uma maturidade própria da idade. Está preparado, é também por isso que o Sporting o contratou", afiança.

Ansiedade pode pesar frente a Famalicão reabilitado


O Sporting chega a Famalicão numa posição pouco habitual, esta época. Depois do empate da jornada anterior, frente ao Moreirense, que levou a que a vantagem na liderança fosse reduzida para oito pontos, o fantasma da ansiedade paira sobre a equipa de Rúben Amorim.

Sérgio Vieira admite que a pressão de manter o FC Porto a oito pontos e o Benfica a nove "poderá, de forma inconsciente, mexer um pouco", no caso de o Sporting, "com o passar do tempo, não conseguir marcar".

"Levar o jogo para a segunda parte, para os últimos 30 minutos, sem conseguir fazer golo poderá começar a pesar no subconsciente dos jogadores. Um golo na primeira parte ou nos primeiros minutos pode desbloquear um pouco essa ansiedade. Mas acredito que a confiança que os jogadores do Sporting já demonstraram esta época não vá mexer muito. O Famalicão vai tentar não sofrer golos, vai tentar jogar, apesar do favoritismo do Sporting", analisa o ex-treinador dos famalicenses.

Sérgio Vieira orientou o Famalicão na época 2018/19, que marcou a subida à I Liga. Agora, quem está no comando é Ivo Vieira, que reabilitou a equipa minhota e leva duas vitórias e um empate em três jogos.

"Certamente é o melhor momento da época do Famalicão em termos de desempenho coletivo e da confiança individual, por mérito da entrada do Ivo e dos muitos reforços que tiveram em janeiro e que vieram agregar a qualidade individual. O Ivo teve o mérito de conseguir encaixar a equipa, nos seus diferentes momentos, numa dinâmica muito boa e o que é certo é que agora estão num momento com muita confiança", assinala.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+