Tempo
|
Três por Todos - Assista ao direto Três por Todos - Participe nos leilões
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
Tudo sobre o EURO 2020 Últimas Notícias
A+ / A-

Covid-19

Governo anuncia verbas do Plano de Recuperação e Resiliência para mudanças estruturais do SNS

19 mar, 2021 - 14:49 • Lusa

Mudanças serão sobretudo nas Unidades de Saúde Familiar, unidades de cuidados integrados, a rede de cuidados paliativos e a rede de cuidados de saúde mental.

A+ / A-

Veja também:


O Governo vai alocar parte importante do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR) à concretização de mudanças estruturais do Serviço Nacional de Saúde, que este ano vai dispor de 12.100 milhões de euros, anunciou esta sexta-feira o primeiro-ministro.

"Vamos utilizar uma parte muito importante do PRR para reforçar ainda mais o Serviço Nacional de Saúde (SNS)", afirmou António Costa, especificando que a verba servirá "não para responder aquilo que são as faltas do dia a dia, mas para fazer as mudanças estruturais que ajudam a reforçar o SNS na sua base".

Na Nazaré, onde inaugurou o novo Centro de Saúde, António Costa explicou que as mudanças estruturais incidirão sobre as Unidades de Saúde Familiar (USF), as unidades de cuidados integrados, a rede de cuidados paliativos e a rede de cuidados de saúde mental.

"No PRR, um dos objetivos que temos é que em todas as USF exista tratamento de saúde mental e exista cadeira de dentista", afirmou o primeiro-ministro durante o discurso em que sublinhou que o SNS, este ano, irá "dispor, no total, de 12.100 milhões de euros", de investimento.

A par da saúde oral, os cuidados continuados serão outra das prioridades, considerando o Governo ter "possibilidade de concluir essa rede, de forma a assegurar o número de camas suficientes em todo o país", afirmou Costa.

A conclusão da rede será feita "em parceria com as misericórdias e com as mutualidades", para que "todos possam ter mais esperança de vida", com "maior qualidade", disse.

No discurso, em que sublinhou a importância do SNS, António Costa lembrou que ao longo da legislatura o serviço contou com um reforço de 1.400 milhões de euros.

"Começámos a legislatura com um reforço de 900 milhões de euros para o SNS", precisou, acrescentando que, após o início da pandemia de covid-19, o Governo incluiu no Orçamento Suplementar "mais um reforço de 500 milhões de euros".

Ou seja, sublinhou, "só o ano passado o reforço de verbas no SNS foi o mesmo que tínhamos tido nos quatro anos anteriores".

António Costa discursava no final da inauguração do novo Centro de Saúde da Nazaré, um investimento de 1,4 milhões de euros, que veio substitui um pré-fabricado onde as duas unidades de saúde da vila funcionavam, em instalações provisórias, há cerca de 36 anos.

O novo equipamento conta com 30 profissionais e com as valências de Saúde Oral, Fisioterapia e psicologia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+