Tempo
|
A+ / A-

Tensão EUA-Rússia

Assassino? "Quem diz é quem é", responde Vladimir Putin a Joe Biden

18 mar, 2021 - 22:33 • André Rodrigues

Uma entrevista de Joe Biden à ABC News inaugurou um episódio de tensão entre EUA e Rússia. O presidente norte-americano classificou o homólogo russo como "assassino" e, na resposta, Vladimir Putin respondeu que só um assassino pode reconhecer outro. E exigiu um pedido de desculpas, caso contrário, poderá haver represálias.

A+ / A-

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, reagiu esta quinta-feira às afirmações do seu homólogo norte-americano, Joe Biden, que, em entrevista à estação televisiva ABC News, classificou o líder do Kremlin como um assassino.

“Quem diz é quem o é”, rebateu Putin, numa entrevista a um canal de televisão russo, sugerindo que só um assassino consegue reconhecer outro.

“Não é só um ditado infantil, o sentido psicológico aqui é muito profundo", disse.

“Vemos sempre as nossas características nos outros e, em função disso, avaliamos as ações dos outros e damos sentenças”, prosseguiu Vladimir Putin.

Do lado da Casa Branca, a porta-voz Jen Psaki referiu esta quinta-feira que Biden não se arrepende do qualificativo com que classificou o presidente russo.

Além disso, na conversa com o jornalista George Stephanopoulos, da ABC News, o presidente dos EUA descreveu Putin como alguém que “não tem alma”, ameaçando que o chefe do Estado russo vai sofrer as consequências de uma alegada intromissão de Moscovo nas presidenciais norte-americanas de novembro de 2020.

O Kremlin refuta essas alegações.

Putin para Biden. “Desejo-lhe saúde”

Segundo vários analistas, a forma como Vladimir Putin respondeu às expressões usadas por Joe Biden foi “incomum”.

Questionado sobre o que diria se Biden lhe chamasse assassino, olhos nos olhos, Putin responderia “desejo-lhe saúde, sem ironia ou piada”.

Certo é que o episódio motivou a convocatória do embaixador russo nos EUA a Moscovo para consultas urgentes sobre o futuro das relações bilaterais.

Pouco antes de Putin ter reagido de viva voz, o porta-voz do Kremlin disse que os comentários de Biden mostraram que o presidente norte-americano está pouco interessado em ter boas relações com Moscovo.

Dmitry Peskov disse, ainda, que isto é algo que “nunca aconteceu na história” das relações entre os dois países.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Santos
    19 mar, 2021 Tojal 09:15
    Sim, Biden apenas tem um objectivo, provocar uma guerra com a Rússia, que se alastrará pelo mundo. Sairá perdedor. Para já é o Maçon contra S. Miguel.

Destaques V+