Tempo
|
A+ / A-

Taça de Portugal

Estoril em gestão frente ao Benfica para não comprometer outros objetivos

03 mar, 2021 - 15:03 • Redação

Depois do jogo da 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal, o Estoril, líder da Segunda Liga, joga com o Feirense, segundo classificado. Bruno Pinheiro espera fazer "mais e melhor" frente a um Benfica que entra em campo a vencer por 3-1.

A+ / A-

O treinador do Estoril Praia assume que vai promover alterações na equipa habitual frente ao Benfica, esta quinta-feira, em jogo da 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal.

Os encarnados estão em vantagem, venceram por 1-3 na Amoreira, um resultado difícil de reverter, mas, além disso, Bruno Pinheiro não pode correr o risco de perder jogadores influentes na luta pela subida à I Liga.

O Estoril lidera o campeonato, com um ponto de vantagem sobre o Feirense, e na próxima jornada há duelo entre os dois primeiros. Mais do que pensar nesse jogo, em particular, o técnico reflete sobre todo o contexto competitivo que está por cumprir.

"Outros jogadores vão aparecer [com o Benfica] para que possamos nivelar a carga competitiva para as 12 jornadas que faltam, não para o Feirense em específico", explica Bruno Pinheiro, em conferência de imprensa, garantindo que irá, de qualquer forma, "montar uma equipa com capacidade de competir".


O objetivo, sublinha o treinador, é não comprometer uma época que está ser muito positiva para a equipa. Nesse sentido, a gestão passará por ter de recuperar o menor número possível de jogadores para o jogo seguinte.

Não desistindo da possibilidade de chegar à final da Taça de Portugal, Bruno Pinheiro reconhece que o Estoril "tem outras possibilidades com o Feirense, porque é uma equipa da sua realidade".

O Benfica está na frente da eliminatória e, prevê o treinador, vai entrar "pressionante, forte, a querer ser dominador e arrasador". O Estoril tentará contrariar essa força do adversário, jogando "mais e melhor do que fez na Amoreira".


A equipa tem de fazer, pelo menos, três golos na Luz para chegar à final da Taça. Bruno Pinheiro não olha tão à frente e cinge-se a dizer que o propósito é "acabar a participação, seja no próximo jogo ou no Jamor, com a melhor imagem possível".

"Não temos nenhum objetivo de final de época. Queremos discutir o resultado em qualquer campo. A época será sempre positiva, porque houve uma valorização tremenda destes jogadores. Pode ser excelente e nós procuramos sempre a excelência", sublinha.

O Benfica-Estoril, a contar para a 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal, é esta quinta-feira às 20h15. Jogo com relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+