Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Processo disciplinar a Pinto da Costa

19 fev, 2021 - 19:51 • Redação

Em causa o “basta” de Jorge Nuno Pinto da Costa após o jogo de Braga.

A+ / A-

A secção não profissional do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol instaurou um processo disciplinar ao presidente do FC Porto na sequência de uma queixa apresentada pela Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF).

Em causa o “basta” de Jorge Nuno Pinto da Costa após o jogo de Braga, da primeira mão da meia-final da Taça de Portugal no passado dia 10, com duras críticas à arbitragem da equipa liderada por Luís Godinho.

"O senhor Hugo Miguel, VAR de hoje, foi também VAR no FC Porto-Benfica, que teve o mesmo árbitro principal, Luís Godinho. Nesse jogo, quando foi mostrado o amarelo ao Taremi [entrada sobre Otamendi] ele interveio para pedir um vermelho e sobre todas as agressões que houve nesse jogo, que mostrámos depois, ele não chamou o árbitro para nenhuma. Hoje, isso aconteceu num lance lamentável mas perfeitamente casual", referiu.

Também devido a declarações à imprensa, Francisco J. Marques, diretor de comunicação dos dragões foi também alvo de processo disciplinar, na sequência de participação disciplinar apresentada pelo Conselho de Arbitragem da FPF.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+