Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Alemanha reforça controlos fronteiriços

14 fev, 2021 - 12:45 • Lusa

Taxa de incidência de contágios no país mantém a tendência de baixa.

A+ / A-

A Alemanha reforçou este domingo os controlos fronteiriços com a República Checa e a Áustria para tentar conter a propagação das novas variantes da covid-19, quando a taxa de incidência de contágios mantém a tendência de baixa.

Desde as 00:00 de hoje que apenas podem entrar no país por essas fronteiras cidadãos alemães ou estrangeiros com residência fixa na Alemanha, bem como pessoas que atestem outras razões, familiares ou laborais, e trabalhadores transnacionais, pessoal sanitário e motoristas de transporte de mercadorias.

O Governo alemão decidiu implementar estes controlos face à alta incidência de novos contágios nos dois países vizinhos.

Na quarta-feira, a chanceler alemã, Angela Merkel, e os governos regionais prolongaram até 07 de março as medidas restritivas, mantendo assim fechados os setores da restauração, lazer e cultura, bem como o comércio não essencial, com receio da propagação das novas variantes da covid-19.

A incidência acumulada de sete dias por cada 100.000 habitantes manteve hoje a tendência de baixa, situando-se nos 57,4, o que confirma uma consistência na diminuição iniciada há duas semanas, longe do pico atingido em 22 de dezembro de 2020, com 197,6 casos por dada 100.000 habitantes.

No entanto, a grande maioria dos casos registados na Alemanha está associada às novas mutações do vírus.

Nas últimas 24 horas, a Alemanha registou 6.114 novos casos de contágio e 218 mortes, indica hoje o Instituto Robert Koch (RKI, na sigla alemã), salientando que, ao fim de semana, os números são tradicionalmente mais baixos dada a maior lentidão na transmissão dos dados.

Desde o início da pandemia, a Alemanha acumulou 2.334.561 casos – 2,1 milhões já estão recuperados -, com o total de óbitos a ascender a 64.960.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.384.059 mortos no mundo, resultantes de mais de 108,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+