Tempo
|
A+ / A-

estado de emergência

PSP reforça plano contra a pandemia e apela à denúncia de situações de incumprimento

21 jan, 2021 - 14:13 • Celso Paiva Sol

Na quarta-feira, foi anunciada a suspensão do gozo de férias. Agora, foram anunciadas novas medidas para reforçar a fiscalização.

A+ / A-

A Direção Nacional da PSP tomou, nas últimas horas, várias decisões para adaptar o dispositivo às atuais circunstâncias de pandemia e apelou à denúncia por parte de cidadãos que se deparem com situações de incumprimento.

"Agradecemos ainda a toda a população que se tem mantido atenta neste contexto e que, quando confrontada com incumprimentos flagrantes e continuados, que colocam objetivamente em risco a saúde de toda a comunidade, têm feito chegar à PSP os relatos e informação que têm também permitido a correspondente e atempada atuação", refere a PSP, em comunicado.

"Essa informação poderá ser comunicada diretamente às Esquadras (contatos disponíveis em www.psp.pt/OndeEstamos ) ou para violenciadomestica@psp.pt (denúncia ou suspeita de casos de violência doméstica) ou proximidade@psp.pt (casos de abandono ou isolamento de idosos, menores ou pessoa especialmente fragilizada)", lê-se, ainda.

Além da suspensão do gozo de férias, como a Renascença avançou na quarta-feira, está suspenso todo o plano de formação interna e em curso o contacto com todos os polícias em situação de pré-aposentação, para os avisar de que poderão ter que voltar ao serviço.

A PSP decidiu ainda criar equipas específicas para a fiscalização das medidas de saúde pública em vigor e atribuir grau de prioridade a todas as ocorrências relacionadas com o estado de emergência.

Nesta quinta-feira, em declarações à Renascença, o porta-voz da PSP mostrou-se preocupado com o elevado número de desobediência às regras impostas no âmbito da pandemia de Covid-19.

“Por esta altura, já esperaríamos ter números bem mais reduzidos e verificar um maior grau de cumprimentos das normas”, admite o intendente Nuno Carocha.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+