Tempo
|
A+ / A-

Hospital de Évora precisa “urgentemente" de mais enfermeiros para reforçar as equipas

21 jan, 2021 - 14:47 • Olímpia Mairos

A pressão sobre a unidade hospitalar “é enorme e a cada hora chegam mais doentes a precisar de cuidados hospitalares”, alerta o conselho de administração, considerando que para garantir uma resposta eficaz precisam “urgentemente de mais enfermeiros para reforçar as equipas já existentes”.

A+ / A-

Veja também:


O Hospital do Espírito Santo de Évora revela, através de um comunicado, a “necessidade urgente” de enfermeiros para responder aos doentes Covid-19 e lança um apelo a todos os profissionais disponíveis com vista a poder reforçar os turnos.

“Estamos a atravessar a pior fase da pandemia no país e de que há memória no nosso hospital”, alerta a presidente do Conselho de Administração do HESE.

Maria Filomena Mendes afirma que com o aumento do número de novos casos, a “pressão sobre o HESE é enorme e a cada hora chegam mais doentes a precisar de cuidados hospitalares”.

“Para que seja possível continuar a dar resposta, precisamos de todos, porque os nossos doentes precisam de nós”, afirma Maria Filomena Mendes, salientando que para “garantir esta resposta” necessitam “urgentemente de mais enfermeiros para reforçar as equipas já existentes no Hospital e também na Estrutura Municipal de Apoio ao HESE (EMAH), para doentes com Covid-19”.

“Estamos conscientes, que só o esforço conjugado de todos tornará possível ultrapassar esta adversidade e amenizar o sofrimento de quem precisa nestes tempos tão dramáticos”, assinala a responsável, revelando que esta quinta-feira, o HESE tem “mais de 100 doentes internados nos diferentes espaços dedicados a doentes Covid-19.

A atual Estrutura Municipal de Apoio ao HESE (EMAH) iniciou a atividade com 14 camas e pode expandir-se até às 40 camas.

“Tendo em conta o atual contexto torna-se necessário poder dispor do maior número possível de camas de internamento, torna-se urgente um reforço de enfermeiros”, enfatiza o conselho de administração, apelando “uma vez mais à compreensão, disponibilidade e ajuda de todos”

O conselho de administração agradece também “o empenho e a dedicação demonstrados” pelos seus enfermeiros e por todos aqueles que se possam juntar à equipa.

Os turnos realizam-se entre as 07h00 e as 15h00, entre as 15h00 e as 23h00, e entre as 23h00 e as 07h00, em regime de prestação de serviço.

Os interessados deverão enviar um e-mail para o endereço eletrónico geral@hevora.min-saude.pt, indicando a sua disponibilidade e o respetivo contacto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+