Tempo
|
A+ / A-

Confinamento

Uber Eats contra limites às comissões cobradas aos restaurantes

14 jan, 2021 - 15:36 • Sandra Afonso

Segundo a plataforma, os limites tornam o serviço menos acessível para os consumidores, o que limitará a procura.

A+ / A-

A Uber Eats está contra o limite máximo das comissões cobradas aos restaurantes.

Segundo o serviço de entrega de comida em casa, a medida agora incluída no decreto que renova o Estado de Emergência prejudica os utilizadores.

Fonte da empresa diz que o limite de 20% imposto pelo Governo às comissões cobradas aos restaurantes prejudica o serviço, tornando-o “menos acessível para os consumidores, o que limitará a procura dos restaurantes e consequentemente as oportunidades dos milhares de pessoas que fazem entregas com a aplicação”.

A Uber vai agora “analisar as alterações necessárias, procurando minimizar o impacto negativo que esta alteração terá para todos neste novo confinamento".

Enquanto vigorar o confinamento, que obriga os restaurantes a funcionar apenas em regime de take-away ou entregas, os serviços de entrega ao domicílio não podem cobrar aos restaurantes comissões maiores do que 20% e quem cobra menos está impedido de aumentar o serviço.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.