Tempo
|
A+ / A-

Vaticano

Papa. Rezar nas dificuldades “é como respirar oxigénio puro”

13 jan, 2021 - 09:51 • Aura Miguel

Francisco elogiou as pessoas “simples e humildes” que acolhem o Evangelho e constroem uma sociedade mais fraterna.

A+ / A-

O Papa dedicou a catequese desta manhã à importância da oração de louvor. “Os Santos mostram-nos que se pode louvar sempre a Deus, tanto nas horas felizes da vida, como nas adversidades”, afirmou.

Apontou ainda o exemplo de São Francisco de Assis, que louvou a Deus por todos os dons da criação, incluindo pela “irmã morte”.

Francisco elogiou a atitude humilde dos mais simples e recordou que “a prece de louvor é útil” e que “deve ser praticada não só quando a vida nos enche de felicidade, mas, sobretudo, nos momentos difíceis, quando o caminho é íngreme”.

“Rezar é como respirar oxigénio puro, que purifica a alma e te faz olhar para longe, sem ficares preso ao momento difícil e sombrio dos problemas. Deus é o amigo fiel, é este o fundamento da oração.”

Mesmo nas “nossas derrotas pessoais, as situações em que não vemos clara a presença e a ação de Deus, quando parece que o mal prevalece e não há modo de o deter”, o Santo Padre garante que Ele “está ao nosso lado, espera-nos sempre. É uma sentinela que te ajuda a avançar com segurança nos momentos difíceis e sombrios”.

Rezar quando tudo corre bem não custa, conclui Francisco, mas os santos e santas “mostram-nos que podemos louvar sempre, nos momentos bons e maus, porque Deus é o Amigo fiel, e o seu amor nunca desilude”. Por isso, “tenhamos coragem de dizer bendito sejais Senhor, pois “louvar o Senhor faz-nos muito bem!”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.