Tempo
|
A+ / A-

Português Carlos Tavares vai liderar novo gigante da indústria automóvel

05 jan, 2021 - 12:43 • Redação, com agências

Fiat Chrysler e PSA vão juntar forças para criar o quarto maior construtor automóvel mundial.

A+ / A-

Os acionistas da Fiat Chrysler (FCA) e da PSA deram, na segunda-feira, luz verde à fusão entre os dois gigantes da indústria automóvel.

O novo grupo, avaliado em 42 mil milhões de euros, vai chamar-se Stellantis e será liderado pelo português Carlos Tavares.

O Stellantis será o quarto maior fabricante de automóveis do mundo e vai começar a operar nas próximas duas semanas.

O português Carlos Tavares vai liderar a nova megaempresa, que detém as marcas Fiat, Maserati, Jeep, Dodge, Ram, Peugeot, Citroen, Opel e DS.

A Fiat Chrysler (FCA) e a PSA, juntas, têm uma produção anual de 8 milhões de viaturas e receitas de 165 mil milhões de euros.

As ações da Stellantis vão começar a ser transacionadas a 18 de janeiro, nas bolsas de Milão e Paris, e no dia seguinte em Nova Iorque.

“Estamos preparados para esta fusão”, declarou o atual diretor executivo da PSA e CEO do novo grupo Stellantis.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+