Tempo
|
A+ / A-

VW ID.3 – Bendita autonomia

14 dez, 2020 - 21:40 • José Carlos Silva

Se há coisa que faz travar a fundo um potencial comprador de um automóvel eléctrico é a autonomia. O ID.3 resolve. Mas terá de pagar por isso.

A+ / A-

Exterior

Compacto, nem demasiado grande, nem demasiado pequeno. Moderno, sem ser futurista. Linhas depuradas com uma frente sorridente. Tire por si, as conclusões.

Interior

Quando nos sentamos ao volante de um ID3, podemos ter a sensação de que falta qualquer coisa. Sim, não será a alavanca das velocidades, cada vez mais substituída por botões. Mas onde estão. Estão junto ao quadrante, do lado direito, num botão multifunções, que encerra a marcha para diante e a marcha atrás.

O quadrante tem um desenho específico, e parece “deslocado” do tablier. Tal como o ecrã central, multifunções.

Os bancos são simples, tal como as cores utilizadas no interior. Que é espaçoso, surpreendentemente, tendo em conta os últimos automóveis eléctricos testados. A bagageira também surpreende pela capacidade, e não anda longe dos 400 litros.

O banco traseiro é rebatível assimetricamente.

Motor

Gosta de arrancar depressa num semáforo? E que tal fazer do zero aos cem em menos de 8 segundos? E que tal um carro eléctrico que tem uma velocidade máxima de 160 quilómetros por hora?

E se a isso somarmos 204 cavalos de potência, debitados por um motor ligado a uma bateria de 58 kWh, com autonomia de 420 quilómetros em circuito urbano ou 300 quilómetros em ciclo misto, talvez tenha uma resposta ao que pretende. É bom, mexe-se bem, e não tem de ser carregado dia sim, dia sim.

Mais: É confortável, estável, tem um bom angulo de viragem das rodas, e um pisar correcto na estrada.

O pior mesmo é o preço. O modelo testado, 1st edition, custa 45.687 euros com mais de 5700 euros em extras. Pode fazer a festa por menos, com uma bateria de menor capacidade, e poupa um pouco. O valor de entrada no ID.3 é de 38.652 Euros.

Atrevemo-nos a dizer, que não fosse o preço, este seria um Best seller.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.