Tempo
|
A+ / A-

Cáritas de Coimbra apoia famílias nepalesas isoladas devido à pandemia da Covid-19

04 dez, 2020 - 12:20 • Olímpia Mairos

As famílias encontram-se em isolamento profilático ou com infeção pelo novo coronavírus e sem meios para adquirir bens alimentares, sem colocar em risco a população.

A+ / A-

Veja também:


A Cáritas Diocesana de Coimbra está a entregar cabazes de produtos alimentares e bens de primeira necessidade às famílias nepaleses que trabalham na Lusiaves.

As famílias habitam na Marinha das Ondas e “viram-se agora isoladas devido a um surto de Covid-19”, informa a Cáritas.

Segundo aquela instituição da Igreja Católica, “tendo em conta a intervenção comunitária realizada pelo Centro Nossa Senhora da Boa Viagem na comunidade da Leirosa, a Lusiaves solicitou à Cáritas de Coimbra que replicasse este trabalho, agora junto da Comunidade do Nepal, entregando-lhes bem essenciais”.

As famílias identificadas encontram-se em isolamento profilático ou com infeção pelo novo coronavírus e, por isso, não tinham meios para adquirir bens alimentares, sem colocar em risco a população.

Após o levantamento das necessidades estão a ser entregues cabazes com bens de primeira necessidade, nomeadamente água, arroz, leite, fruta, frangos e peru, duas vezes por semana, às terças e às sextas-feiras, às famílias identificadas. Todos os custos com os produtos são suportados pela Lusiaves.

“Este tem sido um trabalhado desafiante para todos os colaboradores da Cáritas de Coimbra que, sem hesitar, estão na linha da frente de apoio à Comunidade não só da Leirosa como da Marinha das Ondas, apoiando os trabalhadores nepaleses da vizinha empresa Lusiaves”, realça a Cáritas de Coimbra.

A instituição da Igreja conta com os colaboradores do Centro Nossa Senhora da Boa Viagem, como intermediários, que prestam este serviço à comunidade para que as famílias possam recuperar em casa, sem necessidade de saírem, precavendo assim o aumento do risco de propagação comunitária.

O Centro Nossa Senhora da Boa Viagem, na sua estratégia de entrega dos bens, está a trabalhar também na sensibilização e promoção de bons hábitos para salvaguardar a saúde e diminuir o contágio.

Assim, com os cabazes, as famílias apoiadas recebem também informações da DGS – Direção Geral da Saúde em três línguas: português, inglês e nepalês.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+