Tempo
|
A+ / A-

Defesa Gustavo Dulanto rescinde por mútuo acordo com Boavista

01 dez, 2020 - 15:37 • Lusa

O central perdeu espaço com a profunda remodelação estrutural do Boavista.

A+ / A-

O defesa peruano Gustavo Dulanto acertou a rescisão por mútuo acordo com o Boavista, antecipando a quebra do vínculo contratual que durava até junho de 2021, anunciou esta terç-feira o clube da I Liga de futebol.

“A Boavista FC, Futebol SAD comunica que chegou a acordo para uma rescisão amigável do contrato do jogador Gustavo Dulanto. Agradecemos todo o profissionalismo com que serviu este símbolo, desejando-lhe boa sorte para a próxima etapa da sua carreira”, lê-se em comunicado publicado no sítio oficial dos ‘axadrezados’.

Gustavo Dulanto, de 25 anos, dividiu a formação entre a Universidad de San Martin e os argentinos do Rosario Central e chegou ao Boavista em julho de 2019, oriundo do Real Garcilaso, apontando dois golos em 11 jogos na época de estreia no futebol europeu.

O central perdeu espaço com a profunda remodelação estrutural do Boavista no defeso, possibilitada pela parceria com o grupo do empresário hispano-luxemburguês Gérard Lopez, que segurou apenas cinco jogadores da última temporada no plantel principal.

Além da permanência de Rafael Bracali, Paulinho, Miguel Reisinho, Gustavo Sauer e Yusupha, as ‘panteras’ contrataram 20 reforços e o treinador Vasco Seabra e viram sair várias figuras recentes, casos de Helton Leite, Carraça, Neris, Idris, Obiora e Mateus.

O ex-defesa internacional português Ricardo Costa foi promovido a diretor desportivo e Admar Lopes, "braço direito" de Luís Campos, diretor desportivo dos franceses do Lille, a diretor-geral, visando o regresso do campeão nacional em 2000/01 aos palcos europeus.

O Boavista, 17.º e penúltimo colocado, com sete pontos, visita o Rio Ave, na nona posição, com 10, no domingo, às 17:30, no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde, numa partida da nona jornada da I Liga.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.