Tempo
|
A+ / A-

Paredes ignora diferença de orçamento para o Benfica. "É uma oportunidade única"

20 nov, 2020 - 22:35 • Redação

Eurico Couto acredita que a equipa do Campeonato de Portugal pode ser "tomba-gigantes", mas atribui o favoritismo às águias.

A+ / A-

Eurico Couto, treinador do Paredes, ignora a diferença de orçamento e qualidade para o Benfica para acreditar que pode eliminar a equipa de Jorge Jesus na terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Em conferência de imprensa, o técnico atribui o favoritismo ao Benfica, mas pensa em poder ser "tomba-gigantes".

"O Benfica tem sempre grandiosíssimos jogadores e será sempre uma grande equipa. Na nossa cabeça existe a enorme convicção de que podemos ganhar, apesar das poucas probabilidades, mas não fazia sentido pensar de outra forma. É um jogo que traz um entusiasmo diferente e é uma oportunidade única para muitos jogadores", disse, em conferência de imprensa.

A diferença de orçamento entre as duas equipas é enorme, mas o Paredes não pensa nisso: "O orçamento do Benfica é de 100 milhões, mas não vamos olhar a isso, caso contrário este jogo não faria sentido".

Jorge Jesus afirmou que o Paredes tinha vários jogadores de II Liga, mas Eurico Couto fez questão de desmentir o técnico do Benfica.

"Isso é mentira, não temos nenhum jogador no plantel que tenha feito carreira na II Liga. Somos uma equipa que vem mesmo das divisões inferiores e com jogadores da sua formação que nunca passaram pelos escalões nacionais nas camadas jovens", termina.

O Benfica joga em Paredes este sábado, às 21h15, com relato e acompanhamento ao minuto na Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.