Tempo
|
A+ / A-

JMJ 2022

​Portugueses recebem símbolos da Jornada Mundial da Juventude “das mãos” do Papa

17 nov, 2020 - 12:24 • Aura Miguel

Esta passagem dos símbolos da JMJ estava prevista para o passado mês de abril, mas o evento foi adiado devido à pandemia.

A+ / A-

Uma delegação de Portugal participa, na missa de Cristo Rei que o Papa Francisco celebra no próximo domingo, na basílica de São Pedro. O comunicado do Vaticano enviado às redações refere que, no final da eucaristia do dia 22 de novembro, uma representação de jovens do Panamá (onde decorreu a última edição da Jornada Mundial da Juventude 2019), vai passar o testemunho aos portugueses.

Os símbolos da JMJ consistem, desde sempre, numa grande Cruz de madeira e numa réplica do ícone de Nossa Senhora “Salus Populi Romani”, cujo original se encontra na basílica Santa Maria Maior, em Roma.

O comunicado refere que, “em conformidade com as atuais normas de segurança sanitária, o gesto simbólico da passagem ocorrerá na presença de delegações muito pequenas de ambos os países” e que “todos estão convidados a participar virtualmente da Celebração Eucarística, que será transmitida ao vivo no canal oficial do Youtube News do Vaticano.

Ao que a Renascença apurou, a delegação portuguesa será presidida pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente.

A celebração, com início às 9h00 (hora portuguesa) será transmitida em direto pela Renascença.

Esta passagem dos símbolos da JMJ estava prevista para o passado mês de abril, mas o evento foi adiado devido à pandemia.

De quarta-feira, dia 18 de novembro, até sábado, dia 21, também decorre o encontro internacional online “Do Panamá a Lisboa - chamados à sinodalidade missionária", organizado pelo Dicastério para os Leigos, Família e Vida. No evento participam responsáveis da pastoral juvenil de várias dioceses e de movimentos eclesiais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+