Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

António Costa apela aos portugueses que cumpram as regras

13 nov, 2020 - 14:00 • Lusa

“A melhor ajuda que podemos dar” aos profissionais de saúde “é tudo fazermos evitar que cada um de nós fique doente”, diz primeiro-ministro.

A+ / A-

Veja também:


O primeiro-ministro, António Costa, apelou nesta sexta-feira que todos os portugueses apoiem os profissionais de saúde, cumprindo as regras necessárias para evitar a propagação da Covid-19.

“A melhor ajuda que podemos dar a cada um destes profissionais é tudo fazermos para cumprir as regras necessárias para evitar que cada um de nós fique doente ou que, sem consciência, estejamos a fazer outros doentes”, afirmou.

Em Santiago do Cacém (Setúbal), Costa sublinhou que “quanto menos doentes estas senhoras e estes senhores tiverem para tratar, melhores condições terão para trabalhar e para se poderem dedicar aqueles que estão mesmo doentes e que precisam dos seus cuidados”, afirmou durante a inauguração do Serviço de Urgência Médico-Cirúrgica do Hospital do Litoral Alentejano (HLA).

O estado de emergência conta com mais 77 concelhos, num de 191, anunciou o primeiro-ministro na quinta-feira, depois do Conselho de Ministros.

Neste fim-de-semana e no próximo, há recolher obrigatório a partir das 13h00.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.