Tempo
|
A+ / A-

Lisboa

Detido suspeito de abusar sexualmente de menores há 26 anos. Está indiciado por 600 crimes

11 nov, 2020 - 12:37 • Cristina Nascimento

Vítimas têm entre os 4 e os 14 anos. Frequentavam a casa do agressor por terem com ele relações de parentesco, por afinidade.

A+ / A-

A Polícia Judiciária (PJ) deteve um homem, de 56 anos de idade, "por fortes indícios da prática de cerca de seiscentos crimes de abuso sexual de crianças, todos na sua forma agravada".

De acordo com o comunicado da PJ, o agora detido "comete este tipo de crimes, de forma reiterada, desde 1994 e até à presente data".

Os crimes aconteciam na casa do suspeito, na área metropolitana de Lisboa. Ainda segundo a nota da PJ, as vítimas têm entre os 4 e os 14 anos e tinham relações de parentesco, por afinidade, com o agressor.

A Judiciária revela que "o agressor foi denunciado às autoridades por uma das vítimas, anos após os abusos terem ocorrido". No decorrer das investigações, apuraram "a existência de outras vítimas" que não revelaram anteriormente os factos porque "sofriam ameaças constantes" por parte do agressor.

"A investigação continua, prevendo-se que venham a ser identificadas outras vítimas", acrescenta a nota.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+