Tempo
|
Autárquicas 2021
38,2%
86Câmaras
17,07%
46Câmaras
13,6%
19Câmaras
6,29%
10Câmaras
4,86%
10Câmaras
3,38%
0Câmaras
2,05%
2Câmaras
1,49%
0Câmaras
0,45%
0Câmaras
8,51%
6Câmaras
  • Freguesias apuradas: 2469 de 3092
  • Abstenção: 40,79%
  • Votos Nulos: 1,64%
  • Votos em Branco: 2,44%

A+ / A-

Pandemia

Já ouviu falar em ZCAP? É uma zona de apoio à Covid-19, mas só oito estão ativas

29 out, 2020 - 07:40 • Celso Paiva Sol

São as Câmaras Municipais que têm a responsabilidade de gerir estes espaços de retaguarda, criados para receber pessoas direta ou indiretamente afetadas pela pandemia.

A+ / A-

Portugal tem, nesta altura, 399 Zonas de Concentração e Apoio à População (ZCAP), mas apenas oito estão ativas.

O conceito foi criado em abril, em pleno estado de emergência, com o objetivo de dar às autarquias um espaço de retaguarda preparado para receber pessoas – direta ou indiretamente afetadas pela Covid-19.

São, aliás, as Câmaras Municipais que têm a responsabilidade de gerir estas estruturas, desde a decisão de as criar, até à gestão do seu funcionamento, muito embora o façam em articulação com a Proteção Civil, as autoridades locais de saúde e a Segurança Social.

Nasceram, sobretudo, em pavilhões desportivos, salões de festas e outros espaços amplos, onde foram criadas zonas de dormitório, de alimentação, casas de banho e balneários, sempre com o adequado enquadramento e apoio clínico.

Ao longo dos últimos meses, foram criados 399 espaços destes – com uma capacidade total de 13.300 utentes. Estão todos equipados e prontos a reabrir, mas em funcionamento estão apenas oito: nos distritos de Aveiro, Beja, Faro, Lisboa e Vila Real – e com uma capacidade para 88 utentes.

É natural que, nas próximas semanas, sejam reabertas muitas outras e a oferta global aumentar ainda em cerca de 50%. Isto, porque, em fase de planeamento, está a criação de mais 210 ZCAPs, com capacidade para mais 5.500 utentes.

Os espaços estão identificados. Falta colocá-los operacionais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+