Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Toda a região Norte tem mapas de risco Covid-19, diz ministra

23 out, 2020 - 23:50 • Lusa

No entanto, a ministra da Saúde, Marta Temido, ressalva que este instrumento deve ser utilizado “com prudência”.

A+ / A-

Veja também:


A ministra da Saúde disse esta sexta-feira que toda a região Norte tem mapas de risco a funcionar e a avaliar a situação epidemiológica.

“Toda a região Norte já está com mapas de risco a funcionar e a avaliar a situação epidemiológica. São esses mapas de risco que norteiam a nossa decisão”, afirmou Marta Temido na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus.

A ministra explicou que os mapas de risco, que refletem a incidência de novos casos de Covid-19 e a velocidade de crescimento da doença, é um processo recente que estava previsto no plano de saúde outono-inverno.

A governante frisou que todas as decisões tomadas em Lisboa e Vale do Tejo, designadamente nos concelhos da Amadora, Loures, Odivelas, Sintra e Lisboa, em junho e julho, foram baseadas na análise de mapas de risco.

No entanto, a ministra ressalvou que este instrumento deve ser utilizado “com prudência”.

“Pode ser um instrumento muito importante na adoção de medidas locais e regionais, pode ajudar a definir as fronteiras de zonas onde há uma maior transmissão, mas têm um impacto interpretativo nas pessoas. Não podemos esquecer que mapear uma zona com uma tipologia de cores pode ter algum efeito negativo na forma como se encaram determinadas localidades", avisou Marta Temido.

A ministra disse ainda que os mapas de risco “são um instrumento”, mas “não o único de tomada de decisão”.

Portugal contabiliza hoje mais 31 mortos relacionados com a Covid-19 e 2.899 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim hoje divulgado, desde o início da pandemia de Covid-19 Portugal já contabilizou 112.440 casos confirmados e 2.276 óbitos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.