Tempo
|
A+ / A-

Fórmula 1

GP de Portugal será das últimas corridas de Grosjean e Magnussen pela Haas

22 out, 2020 - 11:28 • Redação

Pilotos francês e dinamarquês não vão continuar na equipa em 2021. Filho de Schumacher pode ser um dos sucessores.

A+ / A-

Kevin Magnussen e Romain Grosjean não vão continuar a correr pela Haas no Mundial de Fórmula 1 da próxima temporada.

Os dois pilotos anunciaram a saída da equipa americana em publicações nas redes sociais, em que ambos falam do "orgulho" de ter ajudado uma equipa recém-formada a crescer.

"Ainda estou a trabalhar nos meus planos para o futuro, que anunciarei quando for o momento. Faltam ainda seis corridas para o final desta temporada e estou determinado a dar o meu melhor para dizer adeus em alta", escreveu Magnussen.

Já Grosjean não avançou quaisquer detalhes sobre o futuro, seja na Fórmula 1 ou fora dela.

Quer isto dizer que o Grande Prémio de Portugal será uma das últimas corridas de Magnussen, de 28 anos, e Grosjean, 34, pela Haas.

Mick Schumacher, líder do Mundial de Fórmula 2 e filho do lendário Michael Schumacher, tem sido apontado a uma das vagas.

O segundo piloto da "line-up" renovada da Haas poderá ser o russo Nikita Mazepin, também da F2, segundo a imprensa especializada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.