Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus

Nova Zelândia foi o país que melhor geriu a Covid-19, dizem líderes empresariais

09 out, 2020 - 11:56 • Redação

A liderança de Jacinda Ardern convenceu alguns dos maiores empresários do mundo, revela uma sondagem da Bloomberg.

A+ / A-

Veja também:


A resposta da Nova Zelândia à pandemia do novo coronavírus foi a melhor do mundo e o país governado por Jacinda Ardern é aquele que transmite mais confiança aos líderes empresariais para investimentos futuros, de acordo com uma sondagem da Bloomberg Media.

A Nova Zelândia destaca-se pela estabilidade política, recuperação económica, resposta ao vírus e resiliência social no índice de gestão de crise de mercado da Bloomberg, publicado esta quinta-feira.

O índice atribui à Nova Zelândia 238 pontos, acima do segundo posicionado Japão, com 204, e Taiwan em terceiro, com 198. A Austrália ficou em sexto com 151, enquanto o Reino Unido e os EUA - apesar do elevado número de mortes por Covid-19 - foram o nono e o décimo.

Cerca de 58% dos executivos definiram-se como muito ou extremamente preocupados com a Covid-19 e pouco mais da metade expressaram preocupações sobre a saúde da sua própria família e a estabilidade política do seu país.

Cerca de 50% admitiram que os funcionários das suas empresas ainda tinham a opção de trabalhar em casa. Apenas 40% acreditam que as viagens internacionais regulares seriam retomadas dentro de seis meses, o que diminuiu em relação aos 53% quando a mesma pergunta foi feita em junho e 58 % em maio.

O maior foco dos empresários, neste processo de retoma, tem sido fortalecer as unidades de gestão de crises, o planeamento dos negócios e a transição digital.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.