Tempo
|
A+ / A-

Mercado

Pepê “é inegociável” para o Grémio

30 set, 2020 - 18:15 • José Barata

Romildo Bolzan Júnior confirma que chegou uma proposta, mas muito baixa, mas não haverá negócio mesmo que subam, garante.

A+ / A-

O presidente do Grémio garante que o extremo Pepê não está à venda e é intransferível, pelo menos, até final da presente temporada.

Em declarações a Bola Branca, Romildo Bolzan Júnior não deixa dúvidas: “O Grémio não tem interesse em fazer o negócio. Neste momento, [o Pepê] não tem valor, é inegociável”.

Não confirmando o nome do FC Porto, o líder gremista confirma que houve uma abordagem mas diz que a oferta foi “baixa, muito baixa, mas nem que o preço fosse alto” porque o jogador “é necessário pelo menos para este ano”.

“O Grémio não tem nenhum interesse em fazer o negócio”, reafirma Bolzan Júnior.

O FC Porto já terá oferecido 10 milhões de euros e estará disposto a esticar até aos 15 milhões.

Pepê, que pode alinhar nos dois lados do ataque, representa a equipa principal do Grémio desde 2018. Na última temporada, apontou 13 golos em 51 jogos disputados e, nesta época, soma já sete golos em 20 jogos. O avançado, de 23 anos, chegou a estar associado ao FC Porto no início do ano.

O Grémio tem apenas 70% do passe do jogador. Os restantes 30% estão divididos entre o Foz do Iguaçu, onde Pepê começou a formação, que detém 10%, e o agente Giuliano Bertolucci, que tem 20%.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.