Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

DGS vai delinear "plano de ação" com Santuário de Fátima para o 13 de Outubro

18 set, 2020 - 16:56 • Fábio Monteiro

A pandemia em Portugal está “numa terceira fase de crescimento” desde agosto, segundo Baltazar Nunes, do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge.

A+ / A-

O 13 de Outubro em Fátima não está no limbo, mas a Direção-Geral da Saúde (DGS) ainda irá reunir com os responsáveis do Santuário de Fátima segunda-feira, na próxima semana. Desse encontro, sairá “um plano de ação” para o dia de celebração, revelou Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, em conferência de imprensa.

“Nessa reunião temos toda a confiança que surgirá certamente uma solução que não ponha a saúde pública em maior risco do que seria expectável”, afirmou.

Confrontada com as declarações da delegada de Saúde Pública do Médio Tejo, que afirmou na quinta-feira que a Igreja devia adotar a mesma opção que teve “no 13 de maio”, Graça Freitas escusou-se a comentar.

Maria dos Anjos Esperança, coordenadora da Unidade de Saúde Pública (USP) do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, defendeu a realização das “cerimónias, sim, mas sem peregrinos”.

“A Igreja que tão bem esteve no 13 de Maio, fazendo a transmissão das cerimónias para que todos as pudessem acompanhar, acho que agora em outubro, para bem da população, para bem de todos, poderia também adotar essa postura. Eu sou dessa opinião”, afirmou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.