Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Vacinação da gripe vai começar mais cedo e por fases, anuncia a DGS

18 set, 2020 - 16:00 • Cristina Nascimento

Portugal já tem 150 mil doses da vacina em Portugal. Idosos em lares, profissionais de saúde e do setor social e as grávidas terão prioridade.

A+ / A-

Veja também:


A Direção-Geral da Saúde anunciou que vai ser possível antecipar a campanha de vacinação para a gripe sazonal no Serviço Nacional de Saúde.

"Uma das firmas [fornecedoras da vacina] conseguiu antecipar o fornecimento das vacinas", revelou a diretora-Geral da Saúde, Graça Freitas, na habitual conferência de imprensa que faz o acompanhamento da doença Covid-19 em Portugal.

Assim, será possível começar a vacinar a 28 de setembro. Graça Freitas explicou que este ano a administração das vacinas será feita por fases, sendo a primeira apenas para os idosos em lares, profissionais de saúde e do setor social e grávidas.

A diretora-geral estima que, para esta primeira fase, Portugal terá disponível 350 mil doses.

Ainda segundo a informação agora prestada, a segunda fase da campanha de vacinação começa a 19 de outubro e será aberta a todos os que tem mais 65 anos de idade e a doentes crónicos.

“Queremos vacinar o mais rápido possível e queremos ampliar os pontos de vacinação onde qualquer pessoa se possa dirigir e vacinar se estiver abrangida pelos grupos de risco”, explicou a responsável.

Portugal reforçou a compra de vacinas contra a gripe para este inverno, tendo adquirido dois milhões de vacinas para a gripe, ou seja, mais 500 mil doses do que as que foram compradas para o inverno que passou, o que representa um aumento de 34%.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.