Tempo
|
A+ / A-

Salário mínimo. Sindicatos querem aumento “substancial” no próximo ano

24 ago, 2020 - 15:06 • Sandra Afonso

UGT diz que o aumento tem de ser de pelo menos 35 euros, enquanto a CGTP insiste numa subida para 850 euros, no mais curto espaço de tempo.

A+ / A-

Os sindicatos querem um aumento “substancial” do salário mínimo, no próximo ano.

É a resposta a António Costa, que admite subir o salário mínimo em 2021, mas avisa que será uma subida abaixo dos 35 euros.

Os sindicatos pedem um reforço substancial. À RTP, a UGT diz que o aumento tem de ser de pelo menos 35 euros, enquanto a CGTP insiste numa subida para 850 euros, no mais curto espaço de tempo.

Este ano o salário mínimo subiu de 600 para 635 euros. O Governo pretende atingir os 750 euros até ao final da legislatura, em 2023. Pelo menos, era esse o compromisso antes da pandemia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.