|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Covid-19

Já existe uma máscara facial que traduz conversas para oito idiomas

31 jul, 2020 - 09:06 • Sofia Freitas Moreira com agências

O equipamento japonês tem capacidade para traduzir conversas para inglês, chinês, francês, coreano, tailandês, indonésio, espanhol e vietnamita.

A+ / A-
Já existe uma máscara facial que traduz conversas para oito idiomas
Já existe uma máscara facial que traduz conversas para oito idiomas

Veja também:


A empresa japonesa Donut Robotics desenvolveu uma máscara de proteção que traduz conversas em japonês para oito idiomas diferentes.

O equipamento, que tem ligação à Internet, pode fazer chamadas e amplifica a voz do utilizador, faz traduções automáticas para inglês, chinês, francês, coreano, tailandês, indonésio, espanhol e vietnamita.

Segundo a Agência Reuters, para utilizar a máscara “inteligente”, basta colocá-la e ligá-la a um smartphone, via Bluetooth.

“Com esta máscara colocada, e mesmo que fale baixo, a minha voz pode ser transmitida para o smartphone da outra pessoa na conversa”, explica o chefe-executivo da Donut Robotics, Taisuke Ono.

Com a aplicação associada ao sistema instalada, é possível gravar conversas ao vivo e transcrevê-las para texto.

“Trabalhámos muito e durante anos para desenvolver um robot e utilizámos essa tecnologia para criar um produto que dê resposta à forma como o coronavírus remodelou a sociedade”, adianta o fundador da empresa tecnológica japonesa.

Espera-se que o produto esteja à venda em setembro, no Japão, e a empresa tem o objetivo de, depois, começar a exportar para a China, nos Estados Unidos e na Europa.

Cada uma destas máscaras inovadoras terá um custo de cerca de 31 euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.