|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Prisão preventiva para homem que matou o ator Bruno Candé Marques

27 jul, 2020 - 13:52 • Liliana Monteiro

Ao que a Renascença apurou, o arguido não quis prestar declarações perante o juiz.

A+ / A-

O autor da morte do ator Bruno Candé Marques vai ficar a aguardar o desenrolar do processo em prisão preventiva. A decisão foi conhecida esta segunda-feira ao início da tarde.

O juízo de instrução do Tribunal de Loures ouviu o homem de 80 anos, ao final da manhã, e decidiu aplicar a medida de coação mais grave.

Ao que a Renascença apurou, o arguido não quis prestar declarações perante o juiz.

O crime aconteceu no passado sábado, na avenida principal de Moscavide, altura em que o ator foi baleado por um homem com cerca de 80 anos, que foi detido no local.

Bruno Candé tinha três filhos menores, dois rapazes de cinco e seis anos e uma menina de dois anos.

O Bloco de Esquerda já pediu justiça, exigindo que todos os pormenores e motivações do crime sejam devidamente apurados. O mesmo pedido foi já feito pela SOS Racismo que não quer que seja mais um caso sem consequências.

A família exige "justiça célere e rigorosa" perante um crime que considerou "premeditado e racista".

Ouvido pela Polícia Judiciária, o homem de 80 anos, presumível autor do crime, terá dito que não houve qualquer motivação racial.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • mew
    30 jul, 2020 12:35
    Só depois de morto é que se soube que era actor e anti-social