|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Proibição de desembarque de cruzeiros prolongada até 31 de julho

15 jul, 2020 - 11:42 • André Rodrigues

Os navios de cruzeiros só poderão atracar apenas para trabalhos de reparação e manutenção das embarcações.

A+ / A-

O Governo decidiu manter a proibição para o desembarque de cruzeiros por mais duas semanas, até 31 de julho. A informação acaba de ser confirmada à Renascença por fonte do ministério das Infraestruturas.

A mesma fonte revela que o despacho que prorroga as restrições será publicado esta tarde em Diário da República.

As únicas exceções recaem sobre cidadãos portugueses ou titulares de autorização de residência em Portugal.

De resto, e tal como acontece desde março, os cruzeiros só poderão atracar apenas para trabalhos de reparação e manutenção das embarcações.

No despacho, o governo justifica esta decisão com a necessidade de conter possíveis linhas de disseminação da Covid-19, uma vez que a situação epidemiológica, quer em Portugal, quer noutros países, ainda não está totalmente controlada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.