|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

EUA

Racismo. 87 anos depois, equipa de futebol americano Redskins vai mudar nome e símbolo

13 jul, 2020 - 16:57

Equipa de Washington foi acusada ao longo de décadas de racismo por organizações de nativos americanos.

A+ / A-

A equipa de futebol americano de Washington, até aqui denominada de Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte, anunciou esta segundafeira o clube.

Em comunicado, a equipa explica que, após "análise aprofundada", chegou à conclusão de que o nome é racista, assim como o logótipo, que identifica um índio, sendo que ambos serão agora substituídos.

"Queremos manter patrocinadores e adeptos informados sobre o processo" de escolha do novo nome e símbolo, acrescenta o clube.

A equipa, assim chamada há 87 anos, tem sido acusada ao longo de décadas de racismo, sobretudo por organizações de nativos americanos, com a mudança a ser provocada pela pressão - social e económica, por parte de alguns patrocinadores – após a morte do afro-americano George Floyd, no fim de maio, devido à ação policial.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.