Tempo
|
A+ / A-

Um bombeiro morreu e três ficaram feridos na Lousã

11 jul, 2020 - 21:58

O incêndio terá começado devido a uma trovoada seca.

A+ / A-

Um bombeiro de Miranda do Corvo morreu e, pelo menos, três ficaram feridos no incêndio da Lousã. A informação foi confirmada à Renascença por fonte do CDOS.

A vítima mortal era o chefe da equipa de intervenção inicial.

Um dos feridos está em estado grave e foi transportado para o hospital de Coimbra.

Há ainda dois bombeiros da corporação municipal da Lousã que receberam assistência hospitalar por inalação de fumos.

O fogo começou durante a tarde. No local estão cerca de 240 operacionais.

O incêndio terá começado devido a uma trovoada seca. A Proteção Civil já tinha alertado para esta possibilidade durante o dia de hoje.

As circunstâncias do incidente com os bombeiros não são ainda conhecidas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.