Tempo
|
A+ / A-

FC Porto

Título e adeus de Sérgio? Amigo Folha diz que "tudo pode acontecer"

10 jul, 2020 - 12:45 • Rui Viegas

Antigo extremo do FC Porto e ex-treinador do Portimonense, que esta época defrontou Sérgio Conceição, fala do "quase campeão". António Folha admite, ainda, que os dragões souberam aproveitar "muito bem" o "demérito" benfiquista.

A+ / A-

António Folha admite que o futuro de Sérgio Conceição possa estar em aberto, logo que alcance o segundo título de campeão nacional no FC Porto.

O ex-técnico do Portimonense, atualmente sem clube, defrontou o treinador portista esta época. Em entrevista a Bola Branca, Folha considera que o amigo e antigo colega de equipa pode ter mercado "lá fora", embora tenha abraçado o projeto do FC Porto como uma "causa".

"Já esteve fora e, se calhar, monetariamente, era muito mais vantajoso para ele. Por causa da 'causa' Porto, veio para o Porto. Pode haver propostas muito mais interessantes em termos monetários, mas não sei. O Sérgio não é muito por aí. É dar um tiro no escuro, porque pode acontecer tudo", começa por revelar o técnico e ex-extremo dos dragões, que liga o iminente título a Sérgio Conceição.

"É um treinador muito resiliente e nunca se dá como vencido. Foi notório ao longo do ano. Apesar de estar muitos pontos atrás, conseguiu incutir um espírito vencedor. O Sérgio é assim. Com uma ambição enorme. Tem todo o mérito e acho que esse é o segredo", reforça.

Mérito portista a aproveitar demérito benfiquista


O FC Porto ganhou em Tondela, mas precisava que o Benfica perdesse em Famalicão para festejar já. Todavia, os encarnados empataram e a oficialização da conquista ficou adiada para quarta-feira, com o Sporting, em casa. Todavia, até pode suceder um dia antes, se o Benfica não alcançar os três pontos na recepção ao Vitoria Guimarães, na ronda 32.

Num balanço à atípica I Liga de 2019/20, António Folha fala de mérito portista, mas igualmente de demérito benfiquista, após a formação lisboeta ter chegado a atingir sete pontos de vantagem na frente. Erros rivais que o FC Porto soube aproveitar, na opinião do gaiense.

"Há sempre mérito e demérito. Uma equipa que perde tantos pontos como perdeu o Benfica, o que não é normal, claro que tem demérito. Mas apesar desse demérito, se o Porto não tivesse mérito não alcançava o primeiro lugar. E o Porto soube aproveitar muito bem", analisa.

Folha considera que o Porto "tem tudo para ser campeão, porque depois da retoma foi a equipa mais competente": "Com maior ou menor dificuldade, e o Sérgio também o sabe, o título não vai fugir. Até pelo momento anímico da equipa. Mas é sempre preciso estar alerta."

Quanto ao jogo que pode dar o título ao FC Porto, o clássico com o Sporting, no Dragão, António Folha assinala que estarão frente a frente "duas excelentes equipas, que vão querer jogar para ganhar".

"O Porto vai ter algumas baixas e terá de meter miúdos. Desde que o Rúben [Amorim] chegou, o Sporting tem estado bem também, igualmente com miúdos na equipa. Poderem dar um bom espectáculo é o mais importante", sustenta Folha, nesta entrevista a Bola Branca.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.