|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

Ribeiro Cristovão
Opinião de Ribeiro Cristovão
A+ / A-

Os adivinhos

01 jul, 2020 • Opinião de Ribeiro Cristovão


Luís Filipe Vieira, perdido no seu labirinto, não tem, por agora, uma nova luz que o inspire e ajude a resolver o intrincado problema da escolha de um novo treinador.

O Benfica está numa encruzilhada da qual vai ter muita dificuldade em sair. Daí que os próximos dias sejam determinantes para se poder apurar, com alguma segurança, sobre o que vai ser a coletividade da Luz.

Recorrendo a um treinador de recurso, nada garante que a prestação da sua equipa principal possa ser alterada nos jogos do campeonato que vêm a seguir no calendário. É que a equipa, também ela ou sobretudo ela, está igualmente muito traumatizada por tudo quanto tem acontecido, e a colocou perante um cenário suscetível de inspirar pouca confiança.

Luis Filipe Vieira, perdido no seu labirinto, não tem, por agora, uma nova luz que o inspire e ajude a resolver o intrincado problema da escolha de um novo treinador.

Veríssimo é apenas e só um elemento de recurso, dele não sendo legítimo esperar o milagre de alterar o caminho que vem sendo seguido jogos atrás de jogos, com resultados maus e exibições ainda piores.

O líder benfiquista continua por isso na dúvida sobre quem poderá contratar para timoneiro de um barco quase a naufragar, embora não seja escasso o campo onde pode escolher.

A nível nacional, já se sabe, as opções são limitadas. Não há muitos nomes disponíveis, e o mais forte fez ainda há pouco tempo um manguito a Vieira quando este lhe acenou com milhões e a promessa de voltar a tempos de glória.

E, lá fora, a imagem atual do Benfica também não ajuda muito. Aquela ideia segundo a qual treinar o glorioso clube da águia era um sonho desvaneceu-se, porque nos dias de hoje tudo quanto acontece cá dentro chega aos olhos e ouvidos de toda a gente por esse mundo fora, poucos segundos depois.

Apesar disso há sempre os “mais bem informados”, os possuidores de requintadas fontes, apenas transformados em adivinhos de ocasião.

Ficamos todos à espera que esses iluminados atirem para a ribalta mais uma mão cheia de nomes para assim se entreter o pagode nos dias que vão seguir-se.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ricardo Alves
    02 jul, 2020 Lisboa 21:05
    Estará este escriba a referir-se a Joaquim Rita e Luis Aguilar dois cartilheiros ao serviço de Vieira que não param de atirar com nomes na SIC N? ou estará só triste pelo amiguinho dele o Marquinho Silva corrido e bem a pontapé do SCP , não fazer parte das hipóteses do mafioso da Luz ?
  • 01 jul, 2020 12:54
    Com que então há p'ra aí uns ILUMINADOS e uns CERTOS adivinhos, não é? E já agora que COISAS são essas que se passam CÁ DENTRO e que não se sabiam LÁ FORA? O Futebol é BONITO jogado em tardes de SOL e não em DIAS de NEVOEIRO. Se calhar o Bruno Lage teria lá as SUAS RAZÕES, não?. A tempestade vai passar depressa JORNALÍSTICA MENTE pois o vento virou para o NORTE em direção ao Povo Galego.