|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Pandemia de ​Covid-19

Grande Lisboa. 19 freguesias com dever cívico de recolhimento e ajuntamentos limitados a cinco pessoas

25 jun, 2020 - 16:19 • Eunice Lourenço

Conselho de ministros aprovou recuo no desconfinamento. E penas para quem não cumprir limites aos ajuntamentos.

A+ / A-

Veja também:


Os habitantes das 19 freguesias mais afetadas pela covid-19, todas na região da Grande Lisboa, vão voltar a ter o dever cívico de recolhimento. Ou seja, só devem sair de casa para trabalhar e fazer compras. E os ajuntamentos nestas freguesias dos concelhos de Amadora, Odivelas, Loures, Sinta e Lisboa ficam limitados a cinco pessoas.

São medidas decididas no Conselho de Ministros desta quinta-feira que mantem o essencial das recomendações para todo o pais, que passa para estado de alerta, com limites de ajuntamentos a 20 pessoas e recomendação do uso de máscaras. E mantem-se, claro, a obrigação de confinamento para infetados com covid-19.

A Área Metropolitana de Lisboa fica em situação de contingência e mantem-se com regras próprias e essas regras são ainda mais apertadas para as 19 freguesias “críticas” como são tratadas na apresentação que o primeiro-ministro usou na conferência de imprensa.

As 19 freguesias continuam em situação de calamidade. Voltam ao dever cívico de recolhimento, que esteve vigente para todo o país durante o estado de emergência. Os ajuntamento ficam limitados a 5 pessoas e haverá um reforço de vigilância policial, mas também através de equipas conjuntas da Proteção Civil, segurança social e saúde comunitária.

Nestas freguesias são proibidas as feiras e mercados e será levado a cabo o programa “Bairros Saudáveis”.

Este programa, anunciou António Costa, vai ser coordenado pela arquiteta e ex-deputada Helena Roseta, que já foi vereadora em Lisboa e presidente da Câmara de Cascais. O objetivo do programa é melhorar as condições de sanidade dos bairros, financiando projetos apresentados por associações de moradores, coletividades ou outras entidades.

Quais as freguesias que ficam em situação de calamidade?

  • Concelho da Amadora: as freguesias de Alfragide, Águas Livres, Falagueira/Venda Nova, Encosta do Sol, Venteira e Mina de Água.
  • Concelho de Odivelas: freguesias de Odivelas, Pontinha/Famões, Póvoa de Santo Adrião/Olival de Basto e Ramada/Caneças.
  • Concelho de Sintra: Agualva/Mira Sintra, Algueirão/Mem Martins, Cacém/S. Marcos, Massamá/Monte Abraão, Queluz/Belas e Rio de Mouro.
  • Concelho de Loures: União das freguesias de Camarate/Unhos/Apelação e União de freguesias de Sacavém/Prior Velho.
  • Concelho de Lisboa: freguesia de Santa Clara.

[Notícia atualizada às 17h10 com anúncio feito pelo primeiro-ministro]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • maria courela
    25 jun, 2020 16:41
    Tudo em casa outra vez! Irresponsáveis!