|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

UEFA aprova novas regras no apuramento para o Mundial2022

18 jun, 2020 - 16:44 • Lusa

Aos vencedores dos grupos juntam-se três seleções apuradas via "play-off". O Mundial 2022 realiza-se no Qatar.

A+ / A-

O Comité Executivo da UEFA aprovou, esta quinta-feira, o formato de qualificação europeia para o Mundial 2022 de futebol, com o apuramento direto dos vencedores dos 10 grupos, aos quais se vão juntar três seleções provenientes dos "play-offs".

Em comunicado, o organismo que rege o futebol europeu dá conta da aprovação dos procedimentos para o sorteio desta fase, que está dependente da confirmação da FIFA, tendo em vista a organização das seleções em 10 grupos, cinco de seis equipas e cinco de cinco.

O apuramento vai ser disputado em formato de campeonato, com jogos em casa e fora, levando a que os 10 vencedores se qualifiquem diretamente para o Campeonato do Mundo de 2022, que vai ser disputado no Qatar.

As restantes três vagas europeias vão ser disputadas pelos 10 segundos classificados de grupos nos "play-offs", que vão contar com duas equipas provenientes da Liga das Nações.

O 22.º campeonato do mundo vai ser o primeiro a ser disputado num país árabe e também o primeiro, desde as edições inaugurais, em 1930 e 1934, que vai ocorrer num país que nunca esteve presente numa fase final.

A Europa é o continente com mais vagas para o Mundial 2022, o último antes do alargamento para 48 equipas, seguida das atribuídas às confederações de África (cinco), América do Sul (quatro ou cinco), Ásia (quatro ou cinco), América do Norte e Central e Caraíbas (três ou quatro) e Oceânia (zero ou uma), além do país anfitrião.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.