|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Covid-19. INEM fará maioria dos rastreios na construção civil

31 mai, 2020 - 14:21 • Lusa

De acordo com a ministra da Saúde, Marta Temido, a capacidade instalada em Lisboa e Vale do Tejo permite realizar cerca de quatro mil análises por dia no setor público e três mil em "ambiente privado e parceiros".

A+ / A-

Veja também:


A ministra da Saúde afirmou, este domingo, que são sobretudo equipas do INEM que vão fazer o rastreio da covid-19 no setor da construção civil, complementadas por outras estruturas.

"Neste momento, os meios envolvidos são sobretudo do INEM para efeitos de colheita de amostras de material biológico", referiu a ministra da Saúde, Marta Temido, durante a conferência de imprensa diária de balanço sobre a pandemia em Portugal.

Segundo a membro do Governo, este tipo de colheita é mais eficiente, referindo que uma das sete equipas do INEM dedicadas a este tipo de atuação colhe, por dia, entre 200 a 300 amostras de material biológico.

"É o foco principal da nossa estratégia, complementada pela continuidade dos centros de testes e pelas unidades de cuidados de saúde primários", acrescentou.

De acordo com Marta Temido, a capacidade instalada em Lisboa e Vale do Tejo permite realizar cerca de quatro mil análises por dia no setor público e três mil em "ambiente privado e parceiros".

"É esta a capacidade que estamos a mobilizar", frisou.

Portugal regista hoje 1.410 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no sábado, e 32.500 infetados, mais 297, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.