|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Coronavírus. Angola com 69 infetados e quatro mortos

24 mai, 2020 - 21:04 • Lusa

Há oito novos casos confirmados.

A+ / A-

Veja também:


O número de infetados por Covid-19 aumentou, em Angola, para 69 casos, dos quais quatro resultaram em óbito e 18 doentes recuperados, informa a ministra angolana da Saúde.

Sílvia Lutucuta informou que os oito novos casos são de contaminação local, sete dos quais são da cerca sanitária do Futungo, todos assintomáticos, e o outro de uma clínica privada, que também presta assistência a casos de covid-19, que partilhava enfermaria com o caso 50, paciente de 88 anos, que morreu.

Segundo a ministra, o novo infetado da clínica privada é um doente com cancro em fase avançada, insuficiência renal aguda e apresenta agora diagnóstico de covid-19, sendo por isso um paciente considerado de risco, apesar de não manifestar até ao momento nenhuma manifestação clínica associada ao novo coronavírus.

A ministra avançou que a cerca sanitária no piso desta clínica privada, implementada no dia 19 deste mês, após o diagnóstico do caso 50, e como medida de saúde pública, de vigilância epidemiológica e laboratorial, todos os pacientes e profissionais de saúde estão a ser testados e avaliados.

"Vale referir que o caso 50, falecido aos 88 anos de idade, tinha doença pulmonar obstrutiva crónica, que se agravou substancialmente com a covid-19 e no âmbito do rastreio que temos estado a fazer em todos os síndromes respiratórios graves, foi testado e veio o diagnóstico e por esta razão foi colocada a cerca sanitária naquele local", explicou Sílvia Lutucuta.

No decurso do internamento do caso 50, foram infetados mais dois doentes, que partilhavam a enfermaria, um deles, doente de 43 anos, com insuficiência renal crónica, em estadio terminal, por falência de todos os acessos vasculares e que estava preparado para fazer diálise peritoneal, resultando no quarto óbito.

"Todos os pacientes e profissionais desta área continuam a ser testados, ainda não foi concluído e foi por esta via que foi feito o diagnóstico do doente que, infelizmente, evoluiu para óbito", referiu.

Em África, há 3.246 mortos confirmados em mais de 107 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné-Bissau lidera em número de infeções (1.178 casos e seis mortos), seguindo-se a Guiné Equatorial (719 casos e sete mortos), Cabo Verde (371 casos e três mortes), São Tomé e Príncipe (291 casos e 11 mortos), Moçambique (168 casos) e Angola (61 infetados e quatro mortos).

O país lusófono mais afetado pela pandemia é o Brasil, com 22.013 mortos e mais de 347 mil contaminados, sendo o segundo do mundo em número de infeções, atrás dos Estados Unidos (1,6 milhões) e à frente da Rússia (335 mil).

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de Covid-19 já provocou mais de 342 mil mortos e infetou mais de 5,3 milhões de pessoas em 196 países e territórios. Mais de dois milhões de doentes foram considerados curados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.