Tempo
|
A+ / A-

​Circulação de emigrantes é prioridade nas negociações com Europa. Governo quer emigrantes de férias em Portugal

22 mai, 2020 - 16:55 • Cristina Branco com Lusa

O ministro da Administração Interna afirma que é prioridade para o Governo português que “os nossos emigrantes possam vir passar o seu verão a Portugal. Declarações de Eduardo Cabrita aos jornalistas, esta sexta-feira, na fonteira de Vilar Formoso.

A+ / A-

Veja também:


O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, afirmou esta sexta-feira que a circulação dos emigrantes nos meses de verão é a prioridade nacional, no âmbito das medidas que estão a ser negociadas a nível europeu.

"Há uma dimensão, que é uma dimensão europeia. Para nós, a prioridade é a circulação dos nossos cidadãos, vindos do resto da Europa, de França, da Suíça, da Alemanha, para que possam, com certeza, vir passar o seu verão a Portugal, voltando às suas terras e promovendo também aquilo que é a dimensão de animação da economia local", explicou Eduardo Cabrita.

Na fronteira de Vilar Formoso, no concelho de Almeida, distrito da Guarda, o governante inteirou-se da atividade realizada desde que foram repostas as fronteiras.

Após uma visita ao Centro de Cooperação Policial e Aduaneira (CCPA), Eduardo Cabrita referiu que “com preocupações de salvaguarda de distanciamento físico, utilizando regras de etiqueta respiratória e de higiene no uso das instalações, os resultados positivos que temos vindo a consolidar permitem-nos olhar para um verão com emigrantes em Portugal".

O ministro disse, ainda, que o país tem de "consolidar" os resultados positivos alcançados mas, também, "gradualmente permitir condições que permitam aos portugueses vir até Portugal", de acordo com a estratégia definida pela Comissão Europeia.

O controlo das fronteiras terrestres com Espanha ocorre desde as 23:00 do dia 16 de março em nove pontos de passagem autorizada, devido à pandemia da covid-19: Valença-Tuy, Vila Verde da Raia-Verín, Quintanilha-San Vitero, Vilar Formoso-Fuentes de Oñoro, Termas de Monfortinho-Cilleros, Marvão-Valência de Alcântara, Caia-Badajoz, Vila Verde de Ficalho-Rosal de la Frontera e Castro Marim-Ayamonte.

Estão impedidas as deslocações turísticas e de lazer entre os dois países, sendo apenas permitida circulação de transportes de mercadorias e de trabalhadores transfronteiriços.

Mapa da Covid-19

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.