|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Inspiração para "Harry Potter"? J.K. Rowling diz que nunca visitou livraria Lello

21 mai, 2020 - 11:45 • Paula Caeiro Varela com Redação

Autora desabafou que devia fazer uma secção sobre os pretensos locais que inspiraram os seus livros. Um dos exemplos que deu foi o da livraria Lello, no Porto.

A+ / A-

J.K. Rowling, autora dos livros de "Harry Potter", nunca esteve na livraria Lello, no Porto, procurada por milhares de fãs precisamente pela suposta ligação à saga.

Esta quinta-feira, quando questionada, no Twitter, sobre um alegado "local de nascença" do famoso feiticeiro, a escritora britânica desabafou que devia fazer uma secção, no seu site oficial, sobre os pretensos locais que inspiraram os seus livros. Um dos exemplos que deu foi o da livraria Lello, no Porto.

"Por exemplo, eu nunca visitei esta livraria no Porto. Nem sabia, sequer, da sua existência. É linda e eu gostava de a ter visitado, mas não tem nada a ver com Hogwarts [escola de feitiçaria de 'Harry Potter']", revelou Rowling, sobre a centenária livraria portuense.

J.K. Rowling viveu no Porto entre 1991 e 1993, anos durante os quais começou a escrever "Harry Potter e a Pedra Filosofal", primeiro livro da saga. Segundo diz no próprio site, escreveu "o que se tornou o [seu] capítulo favorito" desse livro, "O Espelho de Erised".

A livraria Lello era, alegadamente, o local de inspiração da famosa escadaria mágica de Hogwarts e, por isso, recebe milhares de visitas de fãs da saga. Pelos vistos, a ligação a "Harry Potter" era mero rumor.

A primeira aparição da famosa escadaria nos filmes:

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • jorge
    21 mai, 2020 porto 12:06
    Com o Brexit, a debandada está a generalizar-se. Até podia acreditar na senhora, mas, não!!!, tenho dúvidas é nesta versão da "estória". Algo de estranho se vai passar!!!!!