|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Covid-19. Hospital de Campanha Porto já tratou 27 doentes e nove já tiveram alta

11 mai, 2020 - 12:04 • Henrique Cunha

O tempo médio de internamento é de 14 dias.

A+ / A-

Nove doentes Covid internados no Hospital de Campanha do Porto já tiveram alta.

O número é revelado pela Câmara do Porto, num comunicado que inclui outros dados sobre a atividade do hospital montado no Palácio de Cristal.

"O Hospital de Campanha Porto já tratou 27 doentes com COVID-19 e, desses, nove já tiveram alta médica", lê-se.

A autarquia revela que "ao fim de 25 dias, saiu ontem do hospital, curada, a primeira doente a dar entrada no Super Bock Arena/Pavilhão Rosa Mota para tratamento". Trata-se de " uma refugiada iraniana, residente no Porto, que tinha sido mãe há pouco tempo e que se encontrava infetada e que saiu curada, depois de dois testes negativos".

"Pelo hospital já passaram doentes com idade entre os 36 e 92 anos, de ambos os sexos, sendo a média de 68 anos. A maior parte dos doentes que teve alta foi para casa e um foi para a Pousada da Juventude, onde a Câmara do Porto montou um centro de acolhimento para quem estiver com teste negativo, mas não tiver retaguarda pelo seu lar ter sido atingido pela doença", refere ainda o municipio.

Ainda de acordo com a autarquia, "a média de internamento é de 14 dias, mas as doentes que mais tempo passaram no hospital de campanha estiveram lá 25 dias, tendo ambas recebido alta ontem".

O municipio assegura que "este hospital de retaguarda permitiu aliviar os hospitais de São João e Santo António de uma forte pressão de internamento criada pela pandemia COVID-19, estando a receber doentes desde 14 de abril".

"Para o seu funcionamento, já foram consumidas cinco mil refeições e 22 mil garrafas de água. Foram tratados 1.050 contentores de resíduos, sendo oito toneladas de resíduos gerais e 2,4 toneladas de resíduos hospitalares enviados para tratamento."

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.