Tempo
|
A+ / A-

Pandemia de Covid-19

Creches deverão reabrir a 18 de maio e o pré-escolar a 1 de junho

29 abr, 2020 - 23:57 • Redação

Esta quinta-feira, o Governo vai aprovar em Conselho de Ministro o calendário para saída gradual do confinamento.

A+ / A-

Veja também:


As creches vão abrir a 18 de maio e, se a evolução da pandemia o permitir, o pré-escolar, dos três anos até à entrada na escolaridade obrigatória, bem como os ATL deverão abrir a 1 de junho.

As datas, do plano provisório, são avançadas esta quarta-feira pelo "Público" têm por base informações reveladas pelo Governo aos parceiros sociais durante a tarde, refere o jornal.

No que diz respeito às creches, os pais podem optar por ficar em casa a receber o apoio à família (com direito a 66% da remuneração), acrescenta o "Público". Por sua vez, o Jornal de Notícias (JN) esclarece que a abertura será a "meio gás", ou seja, apresentam-se parte das crianças, mas não está ainda definido o número máximo.

Já as aulas dos 11.º e 12.º anos, as únicas presenciais a serem retomadas este ano letivo, vão funcionar em turnos rotativos, com três horas de manhã e três horas à tarde.

A 18 de maio abrem também os centros de atividades ocupacionais para pessoas com deficiência e as lojas com até 400 metros quadrados. Já a 1 de junho reabrem os centros comerciais.

Este é ainda um plano provisório que só esta quinta-feira, em Conselho de Ministro, o Executivo aprovará. Vai ser apresentado o calendário para sair do confinamento e para a reabertura gradual da economia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+