Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. SNS 24 atende 7.000 chamadas por dia e tempo de espera é “menos de meio minuto"

29 abr, 2020 - 15:14 • Lusa

O secretário de Estado recorda que a ferramenta serve todos os doentes para esclarecimento de dúvidas sobre a Covid-19 ou outras doenças.

A+ / A-

Veja também:


A linha telefónica SNS 24 atende diariamente 7.000 chamadas e o tempo de espera para atendimentos é “menos de meio minuto”, segundo o secretário de Estado da Saúde, recordando que esta ferramenta serve todos os doentes.

“O SNS 24 continua a ser a porta de entrada por excelência no Serviço Nacional de Saúde e serve não só para doentes com suspeita de covid-19 como outros que possam ter dúvidas sobre se devem ou não recorrer às unidades de saúde. Neste momento, o SNS 24 atende 7.000 chamadas por dia e tem um tempo médio de espera para atendimentos de menos de meio minuto”, precisou António Lacerda Sales durante a conferência de imprensa diária de acompanhamento da pandemia de Covid-19 em Portugal.

O secretário de Estado frisou que, depois de ser levantado o estado de emergência, Portugal continuará “a ter de lidar com esta emergência de saúde pública”.

“A pandemia continua e continuará a fazer parte das nossas vidas”, sustentou.

No início da pandemia, a dificuldade na linha de Saúde 24 levou à saída de Henrique Martins, que ocupava o cargo de presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), a entidade responsável pela Linha SNS24, depois do presidente do Sindicato Independente dos Médicos ter denunciado que mais de metade das chamadas feitas para a Linha Saúde 24 não eram atendidas.

Os dados divulgados indicam que Portugal regista 973 mortos associados à covid-19, mais 25 do que na terça-feira, e 24.505 infetados (mais 183).

O boletim epidemiológico divulgado pela DGS indica que do total das pessoas infetadas, a grande maioria está a recuperar em casa, totalizando 21.082 (mais 33).

Os dados indicam que 980 estão internados, mais 44 do que na terça-feira (+4,7%), e 169 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, menos três, o que representa uma diminuição de 1,8%.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.