Tempo
|
A+ / A-

António Lacerda Sales

Portugal recebe mais 500 ventiladores nas próximas semanas

17 abr, 2020 - 13:14 • Redação

Secretário de Estado da Saúde diz que Portugal superou a capacidade de testagem diária de 11 mil e anuncia a cinco mil testes rápidos de biologia molecular, "que têm resultados em 45 minutos a uma hora".

A+ / A-

Veja também:


Portugal vai receber mais 500 ventiladores, de forma faseada, nas próximas duas semanas, de acordo com uma previsão do secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales.

"Estamos focados em reforçar a ventilação. Já foi reforçada em 426, que resultam de encomendas, doações e empréstimos e o governo está a fazer diligências diplomáticas para reduzir os atrasos do mercado chinês, que está sob grande pressão. 65 ventiladores de uma encomenda de 500 já estão na embaixada em Pequim. Esperamos que chegue no início da próxima semana", diz o governante.

Lacerda Sales explica que os restantes ventiladores deverão chegar nas próximas duas semanas: "Há dificuldades em alguns procedimentos legais na legislação chinesa. Há voos faseados na restante semana e na seguinte. Prevemos que os restantes possam chegar nesses voos".

No total, Portugal recuperou também 87 ventiladores do Sistema Nacional de Saúde que estavam inoperáveis.

Mais de 270 mil testes distribuídos

O secretário de Estado da Saúde revela ainda que foram distribuídos 272 mil testes pelas Autoridades Regionais de Saúde (ARS), mais oito mil do que inicialmente esperados. Para além destes testes, "em breve serão distrbuídos os primeiros cinco mil testes de biologia molecular, que têm resultados em 45 minutos a uma hora".

António Lacerda Sales refere que o país ultrapassou a capacidade de realização de 11 mil testes por dia, mas isso "não se reflete num aumento proporcional de amostras positivas", e agradece à indústria portuguesa pela reconversão para a criação de materiais necessários para os testes, como as zaragatoas.

"É extraordinariamente bom olhar para a reconversão da indústria porque mostra grande preparação e empreendedorismo dos nossos empresários. Há sempre dificuldades nas zaragatoas com o tipo de material, que tem de ser validade anteriormente", explica.

Para além dos testes recebidos, no "domingo chegaram mais 900 mil testes a Portugal e anteontem mais 10 mil kits de extração manual".

Portugal registou, esta sexta-feira, o menor número de casos num dia por Covid-19 desde 17 de março. São 181 os novos contágios pelo novo coronavírus, o que representa um aumento de 1% face ao dia anterior. O número de mortes subiu para 657 (mais 28 que na quinta-feira), segundo o boletim diário da Direção-Geral de saúde (DGS).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria Oliveira
    17 abr, 2020 23:39
    Está montada uma máquina de propaganda com o alto patrocínio dos máximos dirigentes do País! Ouçam os autarcas e o Bispo do Porto. A realidade é muito diferente do que apregoam. E falar em "milagre" é um desrespeito aos 657 falecidos, aos doentes e aos idosos que penam nos lares. Que devem ficar confinados ... Ouçam a Chanceler Merkel: "isolar os idosos para recuperar a normalidade (...) é eticamente inaceitável" (El Mundo, ed. 17 de Abril 2020)

Destaques V+