Tempo
|
A+ / A-

"A Hora da Júlia"

Júlia Pinheiro regressa à rádio, na Renascença. "O país precisa de falar. Quero ouvir-vos"

11 abr, 2020 - 17:00 • Redação

"A Hora da Júlia" estreia esta segunda-feira e marca o regresso de um dos rostos mais marcantes da televisão nacional à intimidade da rádio, 25 anos depois. Um programa de diálogo próximo com os ouvintes, para escutar na Renascença, de segunda a sexta-feira depois das 23h.

A+ / A-

A pensar nos recomeços que se vão proporcionar depois crise provocada pela pandemia de Covid-19, “A Hora da Júlia” estreia já na próxima segunda-feira, 13 de abril, na Renascença. Trata-se de um programa de conversa noturna com os ouvintes, conduzido de forma livre e sempre em direto, em que se abordam os temas que mais preocupam os portugueses nesta nova fase das suas vidas: a crise, o recomeçar, o futuro.

É o regresso de Júlia Pinheiro à rádio e à Renascença, estação onde já trabalhou. "Esta é a hora de voltar. Quando em casa o país escuta, vive, sonha e precisa de falar. Eu vou ouvir-vos. 25 anos depois, regresso à rádio. Esta é a 'Hora da Júlia'", diz a também apresentadora de televisão e uma das figuras destacadas dos média nacionais.

O programa vai para o ar de segunda a sexta-feira, entre as 23h00 e as 00h00 e responde à situação de crise provocada pela pandemia da Covid-19, pelo que terá a duração do tempo da crise.

Para conversar à noite com a Júlia Pinheiro é preciso inscrever-se primeiro. Pode fazê-lo durante a semana entre as 11h00 da manhã e as 18h00. Ligue para o 966 850 059 e inscreva-se.

Para a Renascença, que esta sexta-feira completou 83 anos de serviço e companhia junto dos portugueses, "é uma enorme alegria receber de novo a Júlia Pinheiro, num momento em que a atenção ao outro assume um caráter de urgência", refere o diretor-geral Pedro Leal.

Júlia Pinheiro estreou-se em comunicação aos 19 anos, a fazer rádio na Renascença, com o programa "Sessão da Meia-noite", criado por Pedro Rolo Duarte, José Relvas e Luís Loureiro. É com essa idade que experimenta também fazer televisão pela primeira vez.

Mas o sucesso surge mais tarde, com "Banda da Amizade", em 1985, o programa da tarde da Renascença, entre as 15h e as 18h. Júlia Pinheiro experimenta ainda locução na RFM, na manhã e com conteúdos culturais. Mais tarde passa também pela Antena 1. Volta à televisão para a fase de maior notoriedade pública da sua carreira no arranque da SIC, em 1992, estação onde ainda se mantém hoje.

Esta sexta-feira, Júlia Pinheiro lançava, no Instagram, a primeira pista sobre a novidade agora divulgada.

Júlia Pinheiro regressou aos microfones da sua antiga casa para revelar mais sobre o seu regresso e o novo programa esta 2ª feira de manhã, num momento de conversa com "As Três da Manhã", Carla Rocha, Ana Galvão e Joana Marques, que poderá rever aqui:

Antes de se estrear no novo programa às 23h00 desta segunda-feira, Júlia Pinheiro será, ainda, a convidada de Ana Galvão desta noite. "No Ar com Ana Galvão" tem início marcado para as 21h00 no Instagram da Renascença.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 12 abr, 2020 13:42
    Provavelmente deve ser um programa " para dar voz ao pessoal lgbt! Era o que que ela fazia na sic!
  • Rita Filipa
    12 abr, 2020 Famalicão 13:20
    Já não nos bastava o Covid? A Renascença a bater no fundo.
  • 12 abr, 2020 10:43
    O que vens para aqui fazer nao estas bem onde estas? A radio renascenca virou um asilo por acaso?
  • Pedro Rodrigues
    11 abr, 2020 Beja 18:02
    A sério? Esta senhora também aqui? A RR não sabe o que fazer ao dinheiro? Comprem comida e deem-na aos pobres. Júlia Pinheiro? HAJA SACO!!!!